Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Informação

Produção Animal

Discutir tecnologias e processos que visam ao aumento da produtividade animal, por meio do melhoramento genético e multiplicação de animais geneticamente superiores e adaptados às condições climáticas. Além de dietas e estratégias de alimentação.

Membros: 189
Última atividade: 13 Jul

Fórum de discussão

Resíduo Industrial de Polpas de Frutas 6 respostas 

Temos uma indústria de polpas de frutas com produção relativamente alta nas proximidades de nossa propriedade. Alguns vizinhos tem começado a utilizar os resíduos de maracujá e abacaxi e estão…Continuar

Iniciado por Luciano Andrade. Última resposta de Antonio Sérgio Faustino da Silv 30 Jul, 2015.

Membros do Grupo de Produção Animal 34 respostas 

Bom dia! Meu nome é Mariana Magalhães Campos, sou pesquisadora da Embrapa Gado de Leite na área de Nutrição Animal. Gostaria de conhecer melhor os membros do grupo de Produção Animal, qual a área de…Continuar

Tags: experiência, Animal, Produção

Iniciado por Mariana Magalhães Campos. Última resposta de Edilena Adalgiza Artiaga de Sant 5 Maio, 2015.

CONTROLE ZOOTÉCNICO - TÉCNICA EFICIENTE E NECESSÁRIA 5 respostas 

AMIGOS DA PECUÁRIA LEITEIRA, SOU ZOOTECNISTA E MESTRE EM PRODUÇÃO ANIMAL SUSTENTÁVEL, NO MOMENTO ESTOU SEM COLOCAÇÃO NO MERCADO, NO ENTANTO ESTOU ME RECICLANDO E FIZ ESTE PEQUENO INFORMATIVO…Continuar

Tags: CONTROLE ZOOTÉCNICO

Iniciado por Diego Augusto Campos da Cruz. Última resposta de Feliciano Ortiz Matos 1 Abr, 2015.

uso de bst melhora ou piora a reprodução 1 resposta 

ola na minha propriedade eu começo a usar o bst antes do parto e falaram que prejudica a reprodução mesmo usando corretamente . quais sao os problemas causados para o consumidor?Continuar

Iniciado por pedro cunha. Última resposta de Sidney Alves Bastos 6 Set, 2012.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Produção Animal para adicionar comentários!

Comentário de Juan Mario Guzman Daza em 20 maio 2015 às 12:18

Bom dia Pessoal. Mais um membro. Vontade de aprender muito.

Comentário de Juan Alberto V.Torres em 21 janeiro 2015 às 14:26

Algún productor está utilizando espirulina en terneros de primeras edades..??

Comentário de George Santos Pereira em 22 novembro 2013 às 12:47

Oi, pessoal

Estou feliz em participar de um grupo que pensa como eu...Obg.

Comentário de ANGELO HERBET MOREIRA ARCANJO em 1 maio 2013 às 13:09

A seca no semi árido nordestino está durando mais de um ano, e nós estamos vendo os impactos que estão causando na pecuária dessa região. Eu quero propor uma discussão sobre quais tecnologias hoje a Embrapa e demais centros de pesquisa estão desenvolvendo para orientar os sertanejos a passarem por esses períodos de seca brava, como foi de 2012 para 2013. Abaixo está um vídeo, no G1, mostrando a recuperação da palma forrageira, que foi dizimada pela cochonilha e através da pesquisa está sendo lançado novos cultivares tolerantes a essa praga.      

http://g1.globo.com/videos/pernambuco/netv-1edicao/t/edicoes/v/mesm...

Comentário de Marcelo Henrique Otenio em 11 setembro 2012 às 9:36

Bom dia Maria Luzineuza, temos que estar atentos para o tempo que este esterco fica reservado/armazenado. Dependendo das condições climáticas ele pode ser fonte de criação de moscas, assim é aconselhável a destinação mais rápida em épocas muito umidas e quentes. Assim mesmo "perdendo" algum nutriente de nitrogênio, por exemplo, para evitar a criação de moscas é melhor aplicar nas capineiras em camadas finas mais frequentemente.

Comentário de Maria Luzineuza Alves Gomes em 10 setembro 2012 às 10:13

Isso mesmo Marcelo, aqui no Pará alguns dos produtores atendidos pelos Projetos gerenciados pelo SEBRAE, já utilizam esta técnica de adubação das capineira com estercos aproveitados dos currais.

Comentário de Marcelo Henrique Otenio em 10 setembro 2012 às 9:36

bom dia Sr. José, o aproveitamento do estrume é algo que quase sempre ocorre de maneira instintiva pelos produtores, porem se cuidarmos um pouco mais desta parte poderemos melhorar este aproveitamento.

Dependendo do volume aconselho que o Sr. REalize a compostagem que é o acumulo do esterco seco/raspado e o seu revolvimento para aeração e estabilização da matéria orgãnica/nitrogênio/fósforo.

Se o volume for pequeno ou se não houver mão de obra disponível sugiro que o material da raspagem seja encaminhado para a capineira, ou local onde não haverá pastejo, dentro de 15 a 20 dias, a cada 5 dias.

o volume médio entre fezes e urina produzido por uma vaca varia conforme seu peso e seu consumo alimentar e fase da vida, porem uma vaca leiteira (peso médio de 400 kg) produz, diariamente, em excretas o equivalente a 28-32 kg de fezes, estando a produção de fezes + urina na faixa de 38 – 50 kg.

sugiro assisitir umas apresentações que temos neste site: http://www.slideshare.net/marcelootenio/dejetos-na-propriedade-rural

Grato

Comentário de José Luiz Gonçalves de Andrade em 5 setembro 2012 às 22:59

Olá Mariana, sou agrº, produtor de leite/criador de Girolando em Gurupi-TO, e me familiarizando c/ esta rede.

Estou interessado em aproveitamento do estrume do estábulo e gostaria de saber quem tem alguma experiencia nesta área; o que se pode aproveitar por vaca/dia/ordenha; a forma de fazê-lo, etc.

 

Membros (189)

 
 
 

© 2017   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço