Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Senhores (as)

A alimentação constitui o principal componente no custo da produção de leite, logo a produção de leite a pasto torna um sistema econômico, no entanto, a intensificação da produção tem por base a utilização de espécies ou cultivares forrageiras de elevada produção de matéria seca com alta qualidade, sendo assim, a utilização da alfafa sob pastejo, como parte da dieta de vacas leiteiras é uma boa opção?

Exibições: 429

Respostas a este tópico

..acredito que se tiver solo de qualidade e clima, sim. Caso contrário, custo pode ficar alto e para maximizar ideal seria fenar ou cortar e evitar perdas com pisoteio. No Brasil provavelmente só no sul do país, embora tenham sido feitos testes em MG com algumas variedades... de qualquer forma coma s informações que tenho penso que otimização é com fenação.

Eu também penso nesse assunto, mas aqui no centro-oeste, Goiás, precisamente.

A relação custo/produção é muito importante no finalmente.

No sul fala-se muito das culturas de inverno e aqui não tem isso.

Assunto interessante e quero participar.

Haroldo, boa tarde!

Tem uma máxima que diz para ser um bom produtor de leite, antes temos de ser um bom agricultor! Durante 15 anos usei minha capineira de forma incorreta, ou seja, cortava, amontoava, carregava, picava, carregava e distribuía ou na hora da ordenha ou depois.

Busquei cuidar bem da minha capineira, piquetei e hoje as próprias vacas fazem o trabalho de cortar, buscar e usar na hora certa e quantidades certas.

Aumentou em 15% a produção de leite com este novo manejo e baixou o custo operacional na mesma proporção ou mais. Os piquetes são formados por capim Napier, tipo elefante folhas larga e outra leva com Mombaça.

Abraços,

Paulo Gomes

Caros Boa Noite!

Sou iniciante no assunto gado de leite e preciso montar um sistema rotacionado aqui perto da Cidade Ocidental. Alguém sabe dizer qual o melhor capim: Mombaça, Massay...?

Muito obrigado pela ajuda



Paulo Gomes disse:

Haroldo, boa tarde!

Tem uma máxima que diz para ser um bom produtor de leite, antes temos de ser um bom agricultor! Durante 15 anos usei minha capineira de forma incorreta, ou seja, cortava, amontoava, carregava, picava, carregava e distribuía ou na hora da ordenha ou depois.

Busquei cuidar bem da minha capineira, piquetei e hoje as próprias vacas fazem o trabalho de cortar, buscar e usar na hora certa e quantidades certas.

Aumentou em 15% a produção de leite com este novo manejo e baixou o custo operacional na mesma proporção ou mais. Os piquetes são formados por capim Napier, tipo elefante folhas larga e outra leva com Mombaça.

Abraços,

Paulo Gomes

Também estou implantando os pastos rotacionados. Encontro um pouco de dificuldade para melhorar a qualidade do solo, mas agora está começando a surtirem efeitos as adubaçoes com adubo quimico e também esterco. A altura de saída dos animais do pasto não muito baixa também ajuda na proteção do solo. Concordo plenamente com o Paulo no sentido de cuidar com carinho o solo de nossa pastagem e os frutos virão com o tempo.

RSS

© 2019   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço