Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

No dia 11 de agosto, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) reconheceu o Rio Grande do Sul, Acre, Paraná, Rondônia e regiões dos estados do Amazonas e de Mato Grosso como áreas livres de febre aftosa. Com isso, desde 1º de setembro bovinos e bubalinos dessas regiões não precisam mais ser vacinados contra a doença.

A febre aftosa é uma doença viral transmitida de animal para animal ou pelo ambiente. A doença causa febre e aftas, principalmente na boca e patas dos animais. Apesar de a mortalidade ser baixa, por conta do alto índice de contaminação, pode haver a necessidade de abater animais.

Equipe DCTV

Palavras-chave: 2020; Dia de Campo na TV; Embrapa Clima Temperado; Pecuária; Febre Aftosa; exportações; carne.

Obrigado pelo seu interesse em nosso vídeo. Dúvidas, entre em contato com nosso SAC: http://j.mp/SacEmbrapa

Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Pesquisa e Inovação em Leite para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

© 2020   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço