Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Pontos críticos na determinação da estratégia de manejo a ser adotada:

Dentre os componentes de um sistema de produção animal baseado em pastagens, além dos citados anteriormente, deve-se perguntar quais serão os critérios a serem usados como referencia para a determinação das estratégias de manejo, e dos métodos de pastejo. Por exemplo, altura do pasto (de entrada/saída, ou altura a ser mantida, no caso de lotação contínua), intervalo (cronológico ou fisiológico) entre dois pastejos sucessivos, bem como as alternativas para se quantificar o alimento existente (massa de forragem de entrada ou de saída, ou existente, no caso de contínuo).

De forma geral, os dois primeiros são determinados em função de outras características, relacionadas ao perfil da propriedade, sua localização, tipo de solo, topografia e clima, na etapa de concepção do sistema de produção (Figura 1), mas condicionam as opções de estratégia de manejo do pastejo a serem adotadas.

Decisões ligadas ao manejo do pastejo têm enfatizado dois aspectos: a frequência de pastejo, ou o número de colheitas num dado intervalo de tempo (Figura 3) e a intensidade de pastejo, ou a proporção do material presente no pré-pastejo, da massa de forragem acumulada, é retirada no evento do pastejo (Figura 4).


Figura 3. Exemplo de diferentes frequências de pastejo: A= menor B= maior.




Figura 4. Exemplo de diferentes intensidades de pastejo: A= menor B= maior.

 

Exibições: 193

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Pesquisa e Inovação em Leite para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

© 2019   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço