Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Custo de produção do leite tem quinta alta consecutiva

Em novembro, produzir leite ficou 2,06% mais caro segundo o indicador de custo de produção ICPLeite / Embrapa. Esse aumento mensal foi o quinto consecutivo, após seguidas quedas durante todo o primeiro semestre de 2017. A alimentação do rebanho, incluindo “Produção e compra de volumosos” e “Concentrado”, foi o principal responsável pela variação positiva do ICPLeite. Outro grupo que pesou para o aumento no custo foi “energia e combustível” que apresentou elevação de 3,46% no mês em relação a outubro.

Entretanto, esses aumentos recentes ainda não superaram as reduções do índice registradas no ano. No acumulado de 2017, o custo de produção do leite está 3,85% menor, enquanto que no acumulado dos últimos 12 meses, o custo está 3,61% inferior. Essa situação é resultado da queda acumulada nos preços da alimentação concentrada ocorrida de forma mais acentuada na primeira metade de 2017, visto que todos os demais grupos registraram aumentos de preços.

Mais detalhes sobre essas variações por períodos e por grupos, bem como a metodologia de cálculo, estão disponíveis na publicação ICPLeite / Embrapa da Plataforma de Inteligência Intelactus em sua edição de novembro de 2017, que pode ser acessada no site: http://www.cileite.com.br/content/%C3%ADndice-de-custo-de-produ%C3%A7%C3%A3o-de-leite-4

Caso tenha interesse em mais informações atualizadas sobre o mercado do leite não deixe de acessar o site do Centro de Inteligência do Leite. Para receber e-mails informativos com as publicações recentes (newsletter) do Centro de Inteligência é só se cadastrar: http://www.cileite.com.br/user/register

Exibições: 22

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Pesquisa e Inovação em Leite para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

© 2018   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço