Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

“Como tornar vacas e pessoas felizes” é tema de live que faz parte do Ideas for Milk 2020

Está disponível no Youtube da Embrapa o Ideas for Milk Lives, exibido ao vivo na última terça-feira, que aborda o tema “Como tornar vacas e pessoas felizes”. O programa tem como objetivo fomentar a inovação tecnológica na cadeia produtiva do leite e debater problemas e soluções para o setor. Ancorada pelo chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins,  a live conta com a participação de três grandes empreendedores do setor: Roberto Jank (Agrindus/Letti), Maurício Coelho (Fazenda Santa Luzia/Grupo Cabo Verde) e Renê Machado (Nestlé), que também são apoiadores do movimento “Ideas for Milk”, idealizado pela Embrapa, que entra neste ano em sua quinta edição.

Roberto Jank abre o debate respondendo a uma provocação de Martins: “O que é ter vacas felizes?”. Segundo o produtor, melhorar o bem e estar e conforto da vaca representa para a atividade diversos efeitos positivos. Para ele, ter vacas felizes influencia no ganho de longevidade, eficiência reprodutiva e alimentar, manejo, qualidade do leite etc. “Vacas felizes estão associados tanto ao resultado do negócio quanto à satisfação do produtor”, diz. Já Mauricio Coelho afirma que ter vacas felizes significa cumprir os requisitos básicos para que a vaca expresse todo o seu potencial. “É preciso dar as condições para a que a vaca retribua com produtividade”, afirma. Ele completa dizendo que as próprias exigências dos consumidores estão fazendo com que os produtores mudem sua percepção sobre as vacas. Renê Machado concorda com ambos, afirmando que, num ambiente de vacas felizes, a produção vem naturalmente: “Antes, nós pensávamos na produção de leite, agora estamos preocupados com a vaca, o resto é uma consequência”.

Roberto se contrapõe à visão idílica de que vaca feliz é aquela que está pastando próxima a um riacho: “Nem sempre isso verdade, principalmente se levarmos em conta a raça do bovino. Vaca feliz é aquela que está deitada ruminando”. Ele informa que uma vaca passa mais de doze horas por dia deitada. “Se ela ficar 13 ou 14 horas deitada, será mais feliz do que a que aquela que passou doze horas deitada”. Para Roberto, uma vaca feliz precisa ter disponibilidade de comida 20 horas por dia, seja no pasto ou no cocho, água limpa à vontade e condições para ficar deitada, ruminando, pelo menos 13 horas por dia.

“A rotina também tem que ser privilegiada”, afirma Roberto. A vaca é um animal extremamente metódico, que não gosta de barulho, nem de mudança no manejo. Maurício, que produz leite com vacas girolandas, diz que o manejo é fundamental e que houve uma evolução muito grande nesta área. No que todos concordam é que a vaca precisa ver o homem como um aliado. Ter um bom manejo, com respeito, é fundamental e a tecnologia pode ser uma grande parceira neste processo. Renê afirma que isso é possível, seja num grande sistema de produção ou numa estrutura familiar. “O importante é ‘ouvir a vaca’, observando o que a torna mais confortável.

A tecnologia como parceira – Maurício reforça a importância da tecnologia no novo ambiente de produção de “vacas e pessoas felizes”. Para ele, “as novas tecnologias abriram um horizonte fantástico, como produtores e empregados buscando ações conjuntas para o desenvolvimento dos sistemas”. E diz também: “Aliado à tecnologia, é necessário investir na felicidade do trabalhador, fazendo com que ele compreenda a importância do trabalho que realiza”. Roberto reforça os avanços do desenvolvimento tecnológico na genética e dos métodos de controle na produção. Já Renê destaca que a tecnologia revolucionou tanto a produção na fazenda quanto na indústria, reforçando a ideia de um consumidor feliz. “O consumidor mudou muito ao longo dos anos e se transformou em um consumidor de nicho”. Para atender este novo consumidor, há uma grande variedade de produtos e o setor trabalha para solucionar os problemas relativos à produção, como a sustentabilidade ambiental e o aquecimento global. Tudo isso aponta para a questão de “vacas e pessoas felizes”.

Os interessados em assistir o programa completo devem acessar o link no final desta reportagem. O Ideas for Milk Lives tem a duração de 70 minutos e irá ao ar todas terças-feiras, às 17h, até o dia 20 de outubro, no canal do Youtube da Embrapa. Na próxima terça-feira (22) o tema da live será “Por que a sua fazenda tem que ser 4.0”.

Ideas for Milk – O Ideas for Milk é uma idealização da Embrapa Gado de Leite, em parceria com Agripoint, Bovcontrol, KER Innovation, Ciatécnica, Texto Comunicação, que entra em sua quinta edição. E conta com o Patrocínio Diamante do Sebrae e da Tetrapak; Patrocínio Ouro da TIM; Patrocínio Prata da FAEMG/Inaes, Silemg, Vaccinar e Patrocínio Bronze da DSM/Tortuga, CLASS, JA Saúde Animal, Nestlé, Piracanjuba, Vivalácteos e Belgo Bekaert e apoio da Microsoft, Abraleite, Vivare, Revista Indústria de Laticínios e Revista Balde Branco. Além do Ideas for Milk Lives, o evento é formado pelo Vacathon (trocadilho de “vaca” com “hackathon”), Caravana 4.0Desafio de Startups e pelo Prêmio Ideas for Milk de Inovação. Segundo Martins, a edição do evento neste ano será intercontinental. Além de 27 universidades brasileiras, participarão equipes de Portugal (Universidade de Évora), Angola (Instituto Superior Politécnico de Tecnologias e Ciências – ISPTEC) e Argentina (Bolsa de Commodities de Rosário). Para outras informações sobre os eventos, visite o site do Ideas for Milk: https://www.ideasformilk.com.br/.

Link para assistir ao vídeo “Como fazer vacas e pessoas felizes” no Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=Wb1h9newLXs&list=PLoelF-OuDCfEUG_HI3FWujPFaeRNVHN_o&index=3&t=0s

Rubens Neiva (MTb 5445)

Embrapa Gado de Leite

Contatos para a imprensa

Telefone: 32991994757

Exibições: 39

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Pesquisa e Inovação em Leite para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

© 2020   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço