Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Cenário atual difícil, mas com expectativa positiva para o consumo de lácteos

O custo de produção do leite aumentou e o preço do leite pago ao produtor caiu em janeiro de 2018, na comparação mensal. Com isso, a relação de troca leite/ração piorou para o produtor. No atacado, o leite UHT também registrou nova queda em janeiro, fechando a R$1,85 por litro. Nesse cenário, de preços baixos e margens apertadas, a oferta brasileira de leite deve desacelerar nesse primeiro semestre de 2018.

Um alento para a cadeia é a sinalização de recuperação do preço do leite UHT no mercado de São Paulo ao longo de fevereiro, o que abre espaço para algum aumento de preços ao produtor nos próximos meses.

Pelo lado do consumo, a expectativa positiva está ancorada na melhora de um conjunto de indicadores macroeconômicos, como o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) e a Intenção de Consumo das Famílias (ICF) que estão crescendo de forma contínua nos últimos meses. O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) e o Índice de Vendas dos Supermercados (ABRAS) também registraram aumento em 2017, na comparação anual. Assim, espera-se que essa evolução, ainda que lenta na economia, reflita positivamente nas vendas de derivados lácteos em 2018.

Confira essa análise completa com mais detalhes na NOTA DE CONJUNTURA da Plataforma de Inteligência Intelactus em sua edição de fevereiro de 2018 que também apresenta a recente valorização das cotações internacionais do leite.

A publicação está disponível no site do Centro de Inteligência do Leite em http://www.cileite.com.br/content/nota-conjuntura

Exibições: 81

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede de Pesquisa e Inovação em Leite para adicionar comentários!

Entrar em Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

© 2018   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço