Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Olá pessoal

Estou estudando uma forma de irrigação para a fazenda aqui.

SE você já instalou irrigação no seu pasto ou quer fazê-lo, vem conversar aqui!

Exibições: 130

Responder esta

Respostas a este tópico

Utilizei muito a irrigação do pasto para suprir a alimentação de 9 vacas, no município de Jandáia, Goiás.

Aprendi muito, especialmente o manejo do capim. Existem desafios, como a quantidade de água e automação disso, mas aos poucos vamos resolvendo os gargalos.

Hoje saí da atividade, não por inviabilidade e sim por problemas de saúde na família.

Mas esse é um dos caminhos.

Ah rapaz, olha só.

Vlw a resposta. Tá difícil ter gente comentando neste tema.

Espero que os problemas de saúde estejam se resolvendo.

  1. Pois é, estes gargalos são siuações que penso. Também penso em rotatividade de cultivos e a possibildiade de máquinas passarem por cima da tubulação. Já te ocorreu isto?
  2. Poderia me contar qual foi seu principal desafio com a automação da água e como resolveu.
  3. Qual foi seu investimento?
  4. A manutenção como era? Quanto tempo teve o sistema?
  5. 9 vacas em 1 ha?
  6. A água de onde vinha?

Com o tempo vamos entrando eu outros pontos.



Sidney Alves Bastos disse:

Utilizei muito a irrigação do pasto para suprir a alimentação de 9 vacas, no município de Jandáia, Goiás.

Aprendi muito, especialmente o manejo do capim. Existem desafios, como a quantidade de água e automação disso, mas aos poucos vamos resolvendo os gargalos.

Hoje saí da atividade, não por inviabilidade e sim por problemas de saúde na família.

Mas esse é um dos caminhos.

Olá, na propriedade onde eu estagiava, ela adotava o modelo do balde cheio, onde tem a irrigação, na utilização durante o periodo seco.

O sistema de irrigação era dividido em 4 setores, conforme os pastos, onde funcionava com um turno de rega de 6 horas e irrigava 45 mm, os canos estavam a uma profundidade em torno de 70 cm, como a ideia é nunca mais passar qualquer tipo de implemento, acredito que com 70 cm de profundidade não teria problema, tendo visto que uma gradagem boa seria em torno de 40 cm, mesmo assim, acredito que não seria uma boa ideia.

Como a propriedade é situada no acre, o investimento saiu um pouco alto, juntamente com meu prof irrigação elaboramos um levantamento de custo que de cerca de R$ 15.000,00/HA.

A manutenção baseava-se na medição de pressão dos aspersores, para que não tivesse uma variação maior que 20% e quanto de agua estava realmente irrigando. Dependendo de uma boa manutenção e da agua, o sistema pode durar 10 anos ou mais, acredito. Na propriedade ele estava com 7 anos.

Espero que tenha ajudado.

Bom dia, eu elaborei uns projeto e instalei a irrigação aqui na região de Araguaína TO para manejo de vacas leiteiras em sistema de pastejo rotacionado, uma tecnologia que apresentou bons resultados, pois temos temperatura ideal durante todo ano. 

Quais os capins estão irrigando. Eu uso o mombaça, mas já ouvi falar muito bem do tifton 85. O que acham?

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço