Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Aqui em Campinápolis MT onde trabalho com assistência técnica para a CAMPILEITE, em função de deficiências de mão de obra, de mal menejo de pastagens(super-lotação) temos constatado a ocorrência de muitas plantas invasoras.

Com isso e com uma disponibilidade muito grande ditada pelo mercado que só quer faturar, o pessoal tem usado herbicidas a granel ! todos com combinação de princípios ativos diferentes, especialmente 2-4  D e Picloran......... pois vejam e assim o calopogônio que é nativo, bem como alguma coisa de amendoim forrageiro e stilosantes   tem sido varridos das propriedades e o efeito residual é de 3 a 4 anos, sem leguminosas !

Deus nos ajude a reverter o processo.

Exibições: 71

Responder esta

Respostas a este tópico

Boa tarde, Marco Antonio!

Compartilho de sua preocupação. Desde 2008, o Brasil é o campeão mundial no uso de pesticidas (incluindo herbicidas, inseticidas, acaricidas, fungicidas e outros...). Talvez a aplicação dos princípios do Manejo Integrado de Pragas (MIP) ao controle de plantas daninhas pudesse dar algum resultado. O MIP combina dois ou mais métodos de controle, em vez de se basear totalmente no controle químico. Acredito que pode ser uma possibilidade para sua região.

Responder à discussão

RSS

© 2017   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço