Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Bom dia.

Minha região tem tanto milho como  cana de açúcar, e tenho muitas duvidas pois hoje o custo de produzir milho esta ficando muito alta, então:

Gostaria de saber se tem algum amigo que usa ou faz silagem de cana de açúcar e qual a produção que ele tem conseguido e qual quantidade de concentrado tem que ser usado para compensar a falta de nutrientes. e qual o custo final.

Pois qual se torna mais viável hoje economicamente, silagem de cana ou de milho.

Exibições: 5713

Responder esta

Respostas a este tópico

PELAS INFORMAÇÕES RECEBIDAS POR OCASIÃO DE UMA VISITA A JUIZ DE FORA ( EMBRAPA ) ATÉ O MOMENTO NÃO EXISTE UM INOCULANTE APROVADO PARA IMPEDIR A FERMENTAÇÃO DAS LEVEDURAS DA CANA E QUE RESULTA EM UMA FERMENTAÇÃO ALCOÓLICA.

POIS TAIS LEVEDURAS AGEM TANTO EM UM AMBIENTE AERÓBICO COMO EM UM AMBIENTE ANAERÓBICO E TAMBÉM EM AMBIENTES COM pH ÁCIDO OU BÁSICO.

PORTANTO QUANTO MAIS A SILAGEM PERMANECE NO SILO MAIS ELA PERDE EM QUALIDADE. E SE COMPARAR A CANA PICADA CORRIGIDA COM URÉIA E A SILAGEM DE CANA A CANA PICADA TERÁ MELHOR VALOR NUTRICIONAL.

ALÉM DE QUE COM A SILAGEM DA CANA VC TERÁ O CUSTO DA ENSILAGEM E DO SILO.

Prezado Rosicleiton,

o Dr. João Eustáquio, da Embrapa Gado de Leite, passa a seguinte resposta:

Custo de produção de silagem e alimentação de bovinos na seca.

O recomendado é que o custo de produção de silagem de milho ou de cana (ou de produção de leite) deva ser calculado caso a caso, pois o sistema de produção é muito variável e depende de cada fazenda em particular.


Custo é totalmente dependente do sistema de produção adotado em cada cultura ou lavoura. Muito importante também é a tecnologia usada na cultura, pois isso impacta diretamente os gastos com a lavoura, além de ser um fator que define a produtividade. O custo depende ainda do valor da terra, do capital imobilizado em máquinas, equipamentos, benfeitorias (silos), do valor da mão de obra, etc.

Para calcular custos é só ir anotando todos os gastos feitos desde o plantio da lavoura ate a colheita e a ensilagem. Depois é só fazer os cálculos. E para isso o melhor é ter um programa de computador específico para este fim e elaborar os próprios custos, a partir da anotação criteriosa dos dados.

Na Emater– DF eles tem um programa que calcula o custo de uma lavoura, do leite e da pecuária, e é gratuito. Trata-se do Rural Pro 2000. Para download acesse: www.emater.df.gov.br ou fone: (61)-3340-3084.

Para alimentação do gado leiteiro na época da seca temos várias alternativas, como silagem de milho, silagem de sorgo, silagem de capim-elefante, silagem (pré-secado) de gramíneas tropicais, cana mais ureia, feno. Ainda pode-se fazer silagem de cana, principalmente se a mão de obra for  cara e ou escassa. 

De modo bem geral, indicamos:

a) Para pequenos e médios produtores, com produção média abaixo de 14 litros de leite por vaca / dia: uso de cana mais 1% de ureia. Geralmente é o volumoso de menor custo, pela alta produtividade da cana. Mas a mão de obra para cortar a cana diariamente está se tornando cada vez mais cara e difícil de encontrar. Se esse for o caso poderá usar a cana ensilada.

b) Para produtores que adotam melhor tecnologia, com produção média acima de 20 litros de leite por vaca e por dia. Aí a silagem de milho ou de sorgo pode ser melhor alternativa, pois a qualidade desses volumosos é melhor. 

 

Sobre a complementação da alimentação das vacas leiteiras que estão recebendo cana +ureia, veja o texto logo abaixo.

A cana mais ureia sustenta uma produção máxima de 5 a 6 Litros/vaca/dia.

Para se obter produção de leite maior do que os valores citados acima é preciso que se forneça ração concentrada de boa qualidade, para poder suprir as necessidades de nutrientes da vaca. Isto é válido desde que a vaca tenha alto potencial genético para produção de leite, além de boa sanidade e boas condições de conforto.

Geralmente se recomenda usar ração concentrada com 20% a 22% de proteína bruta (PB) e acima de 70% de energia (medida em NDT), na base de 1 quilo de ração concentrada para cada 2,0 a 2,5 litros de leite produzidos acima dos tais valores já mencionados acima. Recomenda-se fornecer sempre metade da ração concentrada pela manhã e a outra metade à tarde.

Ao fornecer ração para vacas em lactação é recomendado consultar sempre um nutricionista animal, pois o concentrado deverá complementar as exigências nutricionais da vaca.

 

Observação 1: Para mais informações e detalhes sobre silagem de milho favor consultar  o pesquisador Dr Jackson Silva e Oliveira pelo telefone (32) 3311-7507.

Observação 2: Para informações sobre silagem de cana, favor consultar o pesquisador Dr Jailton da Costa  Carneiro pelo telefone (32) 3311-7443.

Observação 3: Em caso de dúvidas sobre  pecuária leiteira favor consultar o SAC  da Embrapa Gado de Leite pelo telefone (32) 3311-7494, Juiz de Fora – MG.

Prezado Irezê,

o Dr. João Eustáquio, da Embrapa Gado de Leite, passa a seguinte resposta:

Silagem de cana (2) e aditivos biológicos

Infelizmente na Embrapa Gado de Leite, Juiz de Fora - MG, não temos pesquisas sobre ensilagem da cana e nem sobre os aditivos biológicos usados na ensilagem da cana.

As informações da literatura mostram que o uso de inoculante biológico na ensilagem da cana é importante para reduzir a fermentação alcoólica, o que reduz as perdas de matéria seca, de energia e do valor nutritivo da silagem de cana.

No mercado há vários tipos de aditivos biológicos, alguns próprios para ensilagem de cana. No caso de produtos industriais recomendamos consultar o fabricante, pois cabe a ele informar sobre a qualidade e o uso do seu produto, bem como garantir a qualidade do mesmo.

Na ensilagem da cana sugerimos colocar 0,8% de ureia (corresponde a 8 Kg de ureia por tonelada de cana picada, peso fresco). Se a quantidade de ureia passar de 1,0% vai aumentar muito o pH e aí o risco ocorrer perdas na silagem é maior (pode apodrecer a silagem dentro do silo, pois a ureia aumenta o pH). Isso deve ser feito mesmo quando se coloca o aditivo biológico. Neste caso, a ureia também pode ser considerada como um aditivo químico, pois a sua colocação na massa aumenta o teor de Nitrogênio e, portanto, de proteína. Colocada na massa a ser ensilada, a ureia é rapidamente convertida a amônia. A amônia é um composto com boa ação antifúngica e que atua no controle das leveduras do meio, diminuindo a fermentação alcoólica, melhorando a qualidade da silagem e diminuindo as perdas de matéria seca, além do aumento da estabilidade aeróbia.

Observação: Na verdade usa-se uma mistura de ureia + uma fonte de enxofre, na proporção de 9 partes de ureia para 1 parte de sulfato de amônio (adubo). Na prática pega-se um saco de 25 Kg de ureia e mistura com 2,750Kg de sulfato de amônio. Misturar bem e guardar em local seco e abrigado. Isso é a ureia que deve ser fornecida aos bovinos.

fiz silagem de milho e cana  misturado há quatro meses. Tenho que fazer algum preparo?

 

Gláucio Lima

Prezado Glaucio,

o Dr. João Eustáquio, da Embrapa Gado de Leite, passa a seguinte resposta:

O recomendado é colocar meio por cento (0,5% ou 5kg por tonelada) de ureia na silagem, no momento de ensilagem. Se não colocou, pode colocar na hora em que for colocar a silagem no cocho. O uso de ureia ajuda a melhorar o teor de proteína da silagem, além de ajudar na conservação do produto após a abertura do silo. Mas cuidado, não se pode colocar mais do que 0,8% de ureia pois a ureia eleva o pH da silagem, o que irá diminuir a conservação do produto. (Abaixo de 0,8% de ureia na cana ensilada é relativamente seguro, como explicado no texto anterior)

 

Prezado Dr. João Eustáquio,

 

Bem entendido. Obrigado pelo claro esclarecimento.

 

Gláucio Lima

O custo das parcelas "ENSILAGEM" e "SILO" é maior na silagem de cana. O custo da lavoura é maior na silagem de milho. O custo final da silagem (lavoura, ensilagem e silo) é maior para a silagem de milho. Qualidade nutricional: ganha disparado a silagem de milho. Produtividade em leite (conversão): disparado ganha a silagem de milho. Perdas: ganha a silagem de milho que exibe menores índices de perdas em todas as etapas. Manuseio:maior facilidade para a silagem de milho. Resumindo: esquecer a silagem de cana. Não tenho dúvidas que a silagem de milho é economicamente mais interessante. 

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço