Rede de Pesquisa e Inovação em Leite

Olá,

Vou instalar ordenha canalizada, o meu sistema é bezerro ao pé. Gostaria de saber qual é o correto manejo de pré e pós dipping?
Se deixa o bezerro mamar antes da ordenha e depois faz o pós? Ou faz o pré e deixa o bezerro mamar depois da ordenha?

Obrigado.

Exibições: 1457

Responder esta

Respostas a este tópico

Eduardo bom dia!

Vou lhe informar o que faço e tem funcionado bem, sem registros de mastites.

Faço lavagem das tetas, deixo a cria mamar para incentivar a vaca descer o leite, enxugo as tetas com papel toalha, tiro o leite, deixo a cria mamar novamente para esgotar o leite e faço o pós dipping.

Abraços,

Paulo Gomes

Concordo com o procedimento Paulo, especialmente com vacas com dificuldade de descer o leite sem a presença do bezerro. Assim se economiza o pré dipping. Caso ainda deseje fazê-lo, faça-o após a mamada do bezerro e antes de enxugar com o papel toalha para em seguida tirar o leite. O pós dipping é extremamente importantes, especialmente porque algumas vacas deitam antes do esfíncter do canal da teta se fechar após a ordenha e, aí se dá a contaminação.

Paulo Gomes disse:

Eduardo bom dia!

Vou lhe informar o que faço e tem funcionado bem, sem registros de mastites.

Faço lavagem das tetas, deixo a cria mamar para incentivar a vaca descer o leite, enxugo as tetas com papel toalha, tiro o leite, deixo a cria mamar novamente para esgotar o leite e faço o pós dipping.

Abraços,

Paulo Gomes

Paulo Gomes,

Muito interessante sua resposta sobre o pré e pós dipping. Trabalho com a qualidade do leite no nordeste Paraense do PARÁ. E um dos questionamento era justamente sobre isso, como proceder o pós dipping com bezerro ao pé. 

Olá, pessoal!

Quero agradecer a todos pelas respostas e dicas.

Tenho uma pergunta. Estou tendo dificuldade com o manejo de pós dipping. No meu exemplo, amarramos a vaca e o bezerro vem e mama para descer o leite. Depois tiramos o leite, logo após deixamos o bezerro esgotar, nesse tempo desamarramos as vacas. Aí depois temos que amarrar as vacas de novo para fazer o pós dipping, gastando muito tempo para liberar os lotes. O meu sistema não é fosso.

Gostaria de saber uma opinião de vcs, o que poderia fazer para agilizar na ordenha?

Obrigado.

Eduardo, boa tarde!

Em minha propriedade, balde ao pé ordenhamos 2 vacas por vez, mas no canzil colocamos 4 ou 5 portanto, dá para coordenar o tempo de esgotar com cria ao pé, então não é preciso desamarrar a vaca. As crias esgotam o leite, são retiradas para o bezerreiro aí fazemos o pós dipping, desamarramos as vacas e as soltamos, muito simples.

Abraços,

Paulo Gomes

Boa noite, faço uso de água morna com hipoclorito (água sanitária) uso um recipiente que mante a temperatura da água e algumas gotas de hipoclorito e pequenos pedaços de pano, primeiro faço uso dele molhado depois aperto o mesmo para tirar excesso de água para secar os tetos e quando ficam sujos lavo antes de colocar novamente com os outros no recipiente, como libero os bezerro com a vaca depois da ordenha não faço uso do pós-dipping. Neste sistema tenho controlado a mastite. 

Nossa, todas as propostas aqui são interessantes.

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Embrapa Gado de Leite.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço